Radiologia Intervencionista

Visão Geral

Apendicite é uma das causas mais comuns de dor abdominal em crianças. A apendicite pode, por vezes, ser complicada por “ruptura” ou perfuração. Nesses casos, o conteúdo das fezes dentro do apêndice vaza para o abdômen. Isto resulta numa reacção inflamatória do nosso corpo numa tentativa de “conter” a propagação, criando abcessos. A inflamação resultante também dificulta a remoção cirúrgica, uma vez que o intestino se torna friável. Entretanto, esses abscessos intra-abdominais podem resultar em febres prolongadas, dor e recuperação lenta.

Sintomas e História

Pacientes comendicite apresentam tipicamente dor no quadrante inferior direito, febre e anorexia (sem vontade de comer). Os pacientes podem ter alívio da dor após a ruptura (já que o apêndice não está mais sob pressão).

Diagnóstico

Abdominal ultra-som ou TC pode mostrar uma ou várias coleções complexas de líquidos no abdômen. A TC tem o benefício de mostrar coleções mais profundas, mas requer radiação. A US é benéfica, pois é a modalidade primária utilizada pelo Radiologista Intervencionista para realizar o tratamento, portanto pode determinar se uma alça intestinal pode estar no caminho, tornando um paciente inelegível para drenagem IR.

Tratamento

Em casos de apendicite perfurada, a ressecção cirúrgica e a lavagem podem ser difíceis devido ao risco de semear o abdômen com mais infecção. Tipicamente, a Radiologia Intervencionista realizará a colocação de dreno de abscesso guiado por US e a cirurgia permitirá que o paciente se recupere por 4-6 semanas antes de ter o retorno do paciente para a remoção eletiva do apêndice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.